quinta-feira, maio 18, 2006

Dente de Leão

... é um momento tão único e desejado que quase sufoca de tanto preenchimento. Nada de mau existe e até a chuva que se adivinha ajuda a aumentar essa felicidade...
A flor desfaz-se com o vento, os nossos olhos cruzam-se e choram de saber que o exagero do momento, acabou com ele pelo simples facto de nunca mais se poder voltar a repetir.

Resta o caule...

Quanto à bolinha branca e perfeita, essa voou! Voou para semear por onde passar outros momentos e outras pessoas que ficarão marcadas para sempre....

1 comentário:

Neiva disse...

pá isto é um blog de poesia???? desculpem mas há aqui cenas que deviam ter uma foto do quadro do Domingos Sequeira...aquele com o menino a chorar....for Christ sake!!!!!!!