terça-feira, maio 23, 2006

Palmiers Recheados e outras manias

Todos nós temos rotinas. Vícios. Excitações caracterizadas por ideias fixas.
Não há cultura que faça a diferença. Mas, no melting pot do meu habitat diário – aculturado por alemães, holandeses, brasileiros, ucranianos, peruanos, polacos, belgas, ingleses, sul-africanos e afins com quem trabalhamos – distingue-nos o palmier recheado. É que eu e a minha malta somos adeptos do dito. Os cafés circundantes até já têm stock suficiente para “alimentar” o capricho. O que eles não sabem é que eu já sofria da rotina do palmier, Sábados ao pequeno-almoço! Este convívio só me agravou a mania.

Mas tenho várias outras manias (algumas nem devo ter reparado que tenho). Adoro ver fotografias e sinto que por vezes sou bastante chata, pressiono até estar saciada de fotos. Outra, odeio deixar as coisas para depois. Se decido que tenho de fazer qualquer coisa, fico obsessiva até conseguir acabá-la. E-mails: é a loucura! Tenho uma ordem sequencial de ver as minhas várias caixas de e-mail. E repito isto várias vezes por dia. Baton hidratante. Esta foi uma mania que me pegaram. Ponho e depois esfrego com a ponta do dedo indicador até ficar devidamente espalhado. Também sou viciada em inventar palavras novas: do meu dicionário fazem parte berris, cunhambanos, jabiraca, barrigus, baluks, sili, maluquete, merricanos farrabados, etc… e muitas palavras acabadas em “is”.

Das voltas que dei a ler outros blogs percebi que existe quase sempre um post sobre manias. Por isso, já chega das minhas. Quero saber as vossas. Chutem!

12 comentários:

Char disse...

Ora bem..... A isso chama-se Sindrome de Asperger!!! Disto falo eu de poleiro, porque me foi diagnosticada a doença há pouco tempo, embora eu toda a vida tenha sofrido dela... Ou seja, sinto-me uma profissional, e perfeitamente habilitada a falar do assunto!!! Uma das características que nós, os Asprégicos, apresentamos é precisamente o comportamento repetitivo! Outra é, também, fazer as coisas sempre pela mesma ordem sequencial (não sei se estás a ver, a questão dos mails....)
E pronto, é neste contexto que entra o palmier recheado!!!! Depois das manhãs, em que tivémos de fazer e pensar em coisas diferentes das da véspera, da ante-véspera, da semana anterior, eis que chega a hora do almoço, em que finalmente podemos acalmar a nossa sede de rotina à frente de um Palmier Recheado!!!! Mas não é de qualquer maneira!!!! É aqui que entra o método e a sequência: Começa-se por ir tirando tirinhas da parte de cima do palmier, que é normalmente (talvez devido à força da gravidade...)aquela que tem menos creme. Se, por acaso, o palmier estiver "ao contrário", é necessário virá-lo. Vai-se, portanto, comendo tirinha a tirinha a primeira parte. Depois, olha-se gulosamente para a segunda metade do palmier, que é a melhor porque é a que tem o creme. E continua-se a dança das tirinhas nesta segunda parte do jogo. O creme começa a sujar as mãos, o que é chato, mas vão-se lambendo os dedos, e a coisa faz-se!!!! E pronto, no fim olha-se novamente para o prato vazio (o finíssimo guardanapo de papel sobre o qual jazia o palmier entretanto voou...), e louva-se a hora em que o bom do Asperger descobriu o Sindrome que nos permite encarar a tarde com outro alento!!!

Yola disse...

A ver pela descrição de como se come um palmier recheado desconfio que também sofra do Síndrome de Asperger!!! Mas eu tenho outra também muito boa. Comer o pastel de nata com a colher do café. Primeiro como todo o creme e depois a parte de fora do dito. Muito bom. Aprendi com uma criança de 2 anos que hoje em dia já tem........ 16. `(Ó como estou velhinha!!!!)

tuBo em cima disse...

pois a minha mania seja talvez a anti-rotina cada x mais, mas feita de uma forma controversa, se por um lado me irrita a rotina e toda a sua previsibilidade, a mudança e o variado são sempre uma incognita que por xs custa a enfrentar. Será esta minha forma de viver pouco repetitiva a repetitividade de tentar enfrentar os meus medos e fobias (como é o "medo" do desconhecido e de "mudanças" que depois se revelam sempre ou quase,mto positiva)!?!?!
quanto ao pastel de nata, não tem a ver com manias yola, qdo comido assim sabe de facto de forma diferente, e muitoooooo melhor.
resumindo, será que tenho a mania de não ter manias? ou estarei eu mais uma vez com alguma dificuldade de concretizar as coisas quando mas perguntam?!?!

Miranda do Douro disse...

Tenho horror a rotinas apesar de concordar que sem elas a vida é uma verdadeira anarquia!
Luto diariamente comigo própria para criar algumas, mas, acreditam que me continuo a esquecer das chaves do carro todos os dias em casa?
Viver com rotinas reduz substancialmente o efeito surpresa da vida e isso é uma coisa que eu não posso deixar que me aconteça!

Sam disse...

Por falar em manias...tenho várias e a pior é encolher os dedos dos pés quando estou descalça, ou calço sandálias...é horrivel; ja tenho os pés "encarquilhados"...as minhas queridas colegas que já toparam estão sempre a deitar-me abaixo..."maganas". Tenho outra...extremamente irritante para quem está à minha volta, que sao as limpezas..em tempos quando recebia fumadores na minha casa, levantava o cinzeiro e trocava-o por um lavado depois da beata esmagada...o sujo e o mau cheiro davam-me "ranço", aspirava e limpava a casa todos os dias...será isto tambem um sindrome qualquer que alguem ainda não descobriu?
Tenho tentado melhorar no aspecto das limpezas e arrumações, não acham migas?

tuBo em cima disse...

isso é o sindrome da MULHER PERFEITA! Há um filme muito giro sobre isso: "Stephord Wives", com outra Sam, a Nicole Kidman!

M&M disse...

Bekis!! Eu sabia que tinhas de ter alguma doença. a culpa sempre foi toda tua!!!! manienta!!!!
Larga mas é o cigarrinho e deixa-te de "fricotes"! Conta mas é a estória das palavras acabadas em Is que isso paga direitos autorais não é BEKIS!! Luki do risi...Bibis... Telmos!!!!!

Jinhis e porti bem... Abraços no Tiagui!!!

tuBo em cima disse...

Gueli, que peninha não teres partilhado as tuas manias! As das doenças, a do gesto "fixe" com o polegar (que sempre salta no final de uma conversa como sinal de aceitação), halls mentoliptos, olhar de 2 em 2 minutos para o relógio de parede quando estás a tocar naquele bar... enchia aqui muitas linhas só com macacadas tuas. jinhis balukis!

amigona disse...

Manias, manias, quem as não tem?!!!!

Char disse...

Resposta ao Sindrome da Mulher Perfeita.... :

Querida Sam….!!! Um exemplo de mulher! Ele é as limpezas, ele é os “aprumos” nos comeres, ele é os requintes nas toillettes – onde a alça do soutien combina com a pedra do anel e com os brincos, que por sua vez combinam com o pesponto da mala e a fivela do cinto – enfim, uma mulher do pormenor em tudo o que se vê, muito “prometedora” para tudo aquilo que não se vê…… Não admira que esta mulheraça não deixe indiferente nenhum homem que com ela se cruze!!
Numa época em que se inventam doenças novas todos os dias, com o intuito de catalogar rigorosamente toda a gente, acho bem que se crie um novo Síndrome para a nossa Sam. Eu não lhe chamaria Síndrome da Mulher Perfeita…. Acho que lhe assenta melhor Síndrome da Geisha! Senão, repare-se nos olhos que, para quem não a conhece, são decididamente “rasgados”, e, mais ainda, nos dedos já de si encarquilhados, que ela insiste em contorcer e deformar ainda mais! Ora, estes sinais físicos - que “remetem” definitivamente para o Oriente – podem ser considerados como característicos da doença. E são eles que vão permitir aos homens fazer uma triagem das fêmeas logo à partida! Isto é da maior utilidade!!!
Está pois criado este Síndrome, que é único no sentido em que não é de todo desejável a cura!! Machos, agradeçam!!!!

tuBo em cima disse...

"amigona", partilha lá as tuas manias!

sereia disse...

Eu também adoro palmier recheado!
Uiiii...